Na primavera, doenças alérgicas podem ser confundidas com resfriados

content image
Como muitos ficam com o nariz entupido, acabam respirando pela boca, o que causa desconforto por causa das bactérias

Neste período, muitas pessoas costumam confundir os espirros, tosse e nariz entupido, por exemplo, com os tradicionais resfriados ou gripe. Mas esses sintomas característicos também podem estar relacionados às doenças respiratórias alérgicas.
Nesta época, o pólen está mais presente nos ambientes e como consequência, doenças como rinite, bronquite, asma e sinusite ficam em evidência. Neste período, as pessoas precisam redobrar os cuidados em casa, já que a quantidade de ácaros, bactérias e fungos também costuma aumentar em função da umidade e temperatura. É preciso deixar os ambientes arejados e evitar contato com locais com carpetes, travesseiros de pena, cortinas e bichos de pelúcia. Sempre que possível, é melhor secar as roupas no sol. Com relação aos produtos de limpeza, a dica é ficar atento aos que são muito fortes; já o ar-condicionado precisa estar com o filtro limpo.
Para aliviar o nariz entupido e até mesmo o excesso de coceira e espirros, muitos recorrem aos descongestionantes nasais, mas atenção: apesar de trazerem um alívio momentâneo, eles podem provocar ainda mais coriza. A sugestão é lavar o nariz com o soro fisiológico. Ele ajuda retirar as impurezas e diminui o efeito do pólen. Além disso, é muito importante fazer a higiene constante das mãos, recomendam os especialistas. 
Na Primavera, muitas pessoas também se queixam de dor e irritação na garganta. A dica é beber muita água para manter o organismo hidratado e aproveitar o aumento da temperatura para se exercitar mais. Caso os sintomas persistam, a recomendação é procurar um médico e evitar a automedicação.