II Confraternização do 2º Batalhão de Polícia de Choque

content image

Dia 7 de dezembro foi um dia especial na história dos oficiais do Batalhão Anchieta do  2º BP de Choque, sediado no bairro da Luz, quando por volta das 19 horas deu-se o início de mais um memorável evento, desta vez o de confraternização de fim de ano, com um estupendo festival de pizzas, regadas com muita cerveja e vinho, patrocinado por velhos amigos da entidade: a família Giusti. Cerca de 100 convidados, entre autoridades civis e militares prestigiaram o evento, com a presença do deputado federal Arnaldo Faria de Sá (PTB), o príncipe Najeem Hammed Adegboyega da Nigéria, o delegado titular do 53º DP do Parque do Carmo, Luiz Carlos Uzulim, diretor da OAB-Itaquera, João Marcos Quinteiro, diretor da CET Cel. Gilberto Tardochi, vice-prefeito de Itapira Frimino Sanches e o presidente do grupo Pedala Itaquera Sérgio Teles. Embalados pelo ambiente fraternal, a alegria reinou desde a abertura do evento até o final por volta das 23 horas.
UM POUCO DE HISTORIA
O 2º Batalhão de Choque da Polícia Militar do Estado de São Paulo, foi criado em 7 de maio de 1934, com a finalidade de atender aos serviços extraordinários, incluindo ações de controle de tumultos e policiamento disciplinar em virtude do efetivo das demais tropas ser empregado nas missões comuns de policiamento, sendo nessa época criado o policiamento em praças esportivas nos estádios. O 2º BPChq  participou de eventos importantes na história do País, como a participação na Força Expedicionária Brasileira (1944) enviando para combate na Itália 78 homens selecionados entre os voluntários. Participação das Forças da Paz da ONU (1967) no Canal de Suez. Conquista do Pico da Neblina (1988) onde no ponto mais alto do país, está o estandarte do 2º BP Chq junto a uma placa comemorativa do 167º aniversário da Polícia Militar do Estado de São Paulo.