Oposição pede que Dilma seja punida por propaganda eleitoral antecipada

content image

Candidata a reeleição, a presidente Dilma Rousseff estaria utilizando o espaço do governo para fazer propaganda eleitoral, segundo os partidos PSDB e DEM

De acordo com a oposição, no Dia do Trabalho (1 de maio) a presidente Dilma Rousseff convocou a cadeia de rádio e TV em horário nobre para fazer proselitismo de seu governo e dela própria, além de propagandear a candidatura à reeleição. No pronunciamento, a presidente anunciou o reajuste do Bolsa Família em 10% e a correção da tabela do Imposto de Renda (IR) - confirmada posteriormente em 4,5%. De acordo com a legislação eleitoral, a multa para propaganda antecipada varia entre R$ 5 mil e R$ 25 mil. Na representação do PSDB, o partido pede multa “em dobro” porque argumenta que ela é reincidente em usar rede nacional para propaganda antecipada.