Conseg Parque do Carmo debate novamente prostituição

content image

No 13 de maio, o Conseg Parque do Carmo esteve reunido na Faculdade Paschoal Dantas, em Itaquera. As autoridades receberam diversas solicitações. A ausência da CET foi mais uma vez questionada. A empresa não envia representantes desde Fevereiro deste ano

O Tenente Coronel PM Marcelo Cortez, comandante do 28° Batalhão da Polícia Militar, destacou a dificuldade de combater a prática do crime de atentado ao pudor, pois depende exclusivamente de denúncias e flagrantes, pois a prostituição não é ilegal no país. Dra. Fabiola, delegada do 53° DP do Parque do Carmo, lembrou que pediu para que as pessoas que sentirem-se agredidas pela exposição da nudez (dos travestis e prostitutas), que devem se dirigir à delegacia, para identificação de quem comete o crime. O Cel. Cortez, por sua vez, informou que a principal tarefa cabe ao poder executivo, inclusive sobre a fiscalização e a regularização sobre o funcionamento dos locais que recebem a prática. Os “pancadões” na região da Vila Carmosina também foram alvo de citações na reunião. 
A próxima reunião do Conseg Parque do Carmo será no dia 10/06, às 19 horas, na Igreja de Itaquera, situada na Av. Adriano Bertozzi, 384 - Parque do Carmo.