Fãs chegam a Itaquera

content image

Quem passou pelo Itaquerão pode observar: o local virou cartão-postal da estreia da Seleção Brasileira e do torneio, às vésperas da abertura.
A presença dos estrangeiros deu o tom já no dia 9 de junho. Era só olhar para o rosto de um brasileiro se deparando com um homem enrolado com a bandeira da Colômbia ou com um casal de mexicanos utilizando o tradicional sombreiro para perceber que a atmosfera de Itaquera ganhou nova cara.
As pessoas começaram a parar os veículos no meio dos viadutos, descendo para sacar as fotografias. A aglomeração gerou reação de policiais e guardas de trânsito, que passaram a multar quem estava parado em local proibido, prejudicando o fluxo de carros do local. Alguns dos infratores tentavam impedir a punição, alegando que sairiam na se- quência, mas a caneta já estava passada. Os gringos, que nada tiveram a ver com isso, preferiram caminhar pelo espaço. Colombianos, alemães, espanhois e costa riquenhos foram vistos desfilando com bandeiras de seus países.


Jogos podem ser acompanhados de diversos locais públicos

São Paulo terá exibições públicas gratuitas dos jogos da Copa do Mundo em várias regiões da cidade. Mais de 50 mil pessoas poderão acompanhar as partidas em transmissões ao vivo que ocorrem no Vale do Anhangabaú, na região central, em Perus, na zona norte, em São Miguel Paulista, na zona leste, e em Campo Limpo, na zona sul. 
A Fifa Fan Fest acontecerá no Vale do Anhangabaú e terá shows, atrações culturais e exibições públicas de todos os 64 jogos do campeonato. A programação acontecerá entre as 12h e as 22h em todos os dias em que ocorrem partidas. A infraestrutura preparada terá capacidade para receber até 35 mil pessoas, cujo acesso será controlado por razões de segurança. Para chegar ao local, o torcedor deverá dar preferência ao ônibus ou ao metrô, pelas estações São Bento (Linha 1-Azul) ou Anhangabaú (Linha 3-Vermelha).
Nos bairros, telões serão montados na praça do Samba, em Perus; no Parque Jacuí, em São Miguel Paulista; e na praça João Tadeu Priolli, no Campo Limpo. Cada uma das festas poderá receber até 5 mil pessoas e incluirá shows musicais, atividades esportivas, culturais e de entretenimento. Ao todo serão 25 dias de festa, de 12 de junho a 13 de julho, todas financiadas por parcerias com patrocinadores privados.

Saúde e segurança
Os eventos relacionados à Copa do Mundo serão monitorados pelo Centro Integrado de Comando e Controle Regional, que reúne na região da Luz 60 órgãos públicos federais, estaduais e municipais das áreas de transportes, trânsito, segurança, saúde e defesa civil.


Muro com grafites no trajeto à Arena Corinthians amanhece pichado
O “Mural da Copa”, na Zona Leste de São Paulo, amanheceu repleto de pichações no dia 11 de junho. Aproximadamente 70 grafiteiros foram selecionados para a produção do “maior mural de grafite da América Latina”, com 4 quilômetros de extensão, localizado no caminho entre a estação de metrô Patriarca e a Arena Corinthians. O muro começou a receber os grafites em abril.