Jogos em Itaquera fazem governo mudar horários do metrô e trem

content image

Depois de revolta e confusão no único jogo das 22h em Itaquera, o governo paulista decidiu mudar os horários de funcionamento do transporte público de São Paulo. A partir de agora, os torcedores encontrarão as portas das estações Corinthians-Itaquera e Artur Alvim do metrô abertas até 00h30, e não mais 00h19, e a CPTM ficará operando até 00h50, em dias de partidas no horário “nobre” na nova arena do Corinthians. 
A decisão foi tomada em uma reunião nesta tarde, com a presença do presidente do clube paulista, Mario Gobbi, do ex-presidente Andrés Sanchez, e de representantes do governador Geraldo Alckimin, os secretários de Planejamento e Desenvolvimento Regional, Julio Semeghini, e dos Transportes Metropolitanos, Jurandir Fernandes, e o presidente do Metrô, Luiz Antonio Carvalho Pacheco. 
Na partida contra o Bahia, na última quarta, dezenas de corintianos não conseguiram pegar o metrô de volta para as suas casas. Com o duelo terminando perto da meia-noite, e por causa do grande número de pessoas saindo ao mesmo tempo, muitos encontraram as portas fechadas e tiveram que arrumar outro jeito para ir embora do local. Parte da torcida havia começado inclusive um abaixo-assinado online pedindo as mudanças.
Segundo informações do Corinthians, a flexibilização do horário em dias de jogos vai valer também para outros clubes, com alterações específicas para cada local. Ainda sobre as novas regras para a arena do time do Parque São Jorge, quando houver pênalti ou acréscimos importantes no tempo do confronto, no horário das 22h, a CPTM vai até a uma hora da manhã, junto com os ônibus.