Prefeitura apresenta projeto do primeiro túnel exclusivo para ônibus na Zona Leste

content image
Prefeito Fernando Haddad anuncia obras que serão realizadas com investimento do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento). Projeto é o mais ousado dos últimos tempos para beneficiar a Zona Leste

Túnel terá 700 metros de extensão entre o viaduto Antonio Nakashima e a avenida Alcântara Machado, na Zona Leste, e vai permitir uma economia de 30 minutos no trajeto dos ônibus

A Prefeitura de São Paulo apresentou o projeto do primeiro túnel exclusivo para ônibus da cidade, que ligará o Terminal Parque Dom Pedro, passando pelo viaduto Antonio Nakashima, à avenida Alcântara Machado.
O túnel está projetado para ser iniciado ao lado do Terminal Parque Dom Pedro, na região da avenida do Estado, passando próximo à estação Dom Pedro da Linha-3 Vermelha, utilizando como caminho uma plataforma subterrânea do Metrô que não era utilizada. O empreendimento conta com duas faixas em dois sentidos, além de um rolamento de segurança, caso algum ônibus apresente falhas, com o objetivo de não prejudicar o tráfego.
Em comparação com o acesso atual dos ônibus que saem ou chegam ao Parque Dom Pedro para a Radial Leste, o túnel proporcionará uma economia superior a 20 minutos. O ônibus vai utilizar uma estação que não está sendo aproveitada pelo Metrô e vai fazer os coletivos chegarem com uma agilidade maior.
O Corredor Radial Leste 1, que irá da região do Parque Dom Pedro até a estação Vila Matilde da Linha-3 Vermelha, contará com piso rígido, cobrança de tarifa desembarcada e faixa de ultrapassagem nas 13 paradas em sua extensão, que terão ligação com o sistema ferroviário. O corredor deverá beneficiar 220 mil pessoas por dia.
Foram disponibilizados R$ 4,3 bilhões em corredores para a cidade de São Paulo realizar esse conjunto de intervenções importantes para mobilidade urbana.
O objetivo é trazer pelas avenidas Radial Leste, Itaquera, Cidade Líder e Aricanduva as pessoas diretamente para o Centro em uma velocidade ainda maior do que a atingida pelas faixas exclusivas. A Zona Leste ainda terá mais três obras de corredores, o Radial Leste 2 com cinco quilômetros, o Leste-Itaquera com 14 quilômetros e o Aricanduva com mais 14 quilômetros, além da ampliação do Terminal Itaquera, que também está sendo modernizado com recursos do PAC. Tais corredores são os primeiros da Zona Leste. Em toda a cidade, temos 160 quilômetros, sendo 100 licitados e 60 em licitação com empresas já qualificadas.