Onde vamos estudar?

content image
Apesar dos protestos, mudança na rede estadual é necessária

Com reorganização necessária, governo estadual é alvo de protestos de quem não pretendia mudar de escola para continuar os estudos

Estudantes ocupam escolas em protesto contra a reorganização escolar.
A mudança afeta diretamente 311 mil alunos e 74 mil professores.
Desde a noite do dia 9, quando os alunos da Escola Estadual Diadema ocuparam o prédio da instituição em protesto contra a reorganização escolar promovida pelo Governo do Estado de São Paulo, dezenas de escolas foram ocupadas por estudantes e movimentos sociais
A reorganização escolar prevê a divisão de unidades por ciclos, transferência de alunos para readequação da rede, e o fechamento de 93 escolas para o prédio ser usado com outro fim educacional. A mudança afeta diretamente 311 mil alunos e 74 mil professores.
A Justiça chegou a pedir a reintegração de posse de algumas escolas mas voltou atrás em busca de uma conciliação entre as partes, o que ainda não aconteceu. O governo de São Paulo diz que a reorganização está mantida, sugeriu que os alunos formalizem as sugestões e que vai dialogar “até o limite”. Envie sua opinião pelo Whatsapp 9 7703.0615.