Policiais Militares de Itaquera são homenageados

content image

O Comando de Policiamento da Capital realizou dia 15 de abril, no auditório do COPOM - Centro de Operações da Polícia Militar, Rua Ribeiro de Lima, 158, no Bom Retiro,  a Solenidade de “Valorização dos Policiais Militares  e  Prêmio DEGEO 2015”. Após a composição da mesa das autoridades e do canto do Hino Nacional Brasileiro, executado pelos  policiais militares do Corpo Musical da Polícia Militar, teve início a Solenidade de  Valorização dos  Policiais Militares, que alinhado com as diretrizes do Comando Geral da Polícia Militar do Estado de São Paulo, consiste em reconhecer e prestigiar os policiais militares das unidades subordinadas ao Comando de Policiamento da Capital,-COPOM que se destacaram no exercício de polícia ostensiva e no atendimento de ocorrências policiais, com a preocupação principal em reduzir os índices criminais e em preservar a vida, a integridade física e a dignidade da pessoa humana. Na escolha das ocorrências de destaque, foram analisadas as condutas e atos meritórios dos policiais militares, desencadeados em harmonia com os “Procedimentos Operacionais Padrão” normatizados na Instituição, com o objetivo de enaltecer aqueles que se sobressaíram por suas atuações profissionais na proteção das pessoas. Pela comunidade de Itaquera, e do Comando de Policiamento da Área Metropolitana 4 – Região Leste, o soldado PM Helder de Oliveira e o soldado Fábio Ayres, ambos pertencentes a 3ª Cia PM do 39º Batalhão de Polícia Militar Metropolitana receberam as homenagens, pois, “em 18 de abril de 2015, durante patrulhamento pela Rua Padre Viegas de Menezes, os Policiais aqui homenageados, quando de serviço na Atividade Delegada, foram solicitados por populares que informaram de um roubo a um estabelecimento comercial, apontando ainda o seu autor. Ao notar a presença dos policiais, o criminoso sacou uma arma de fogo e efetuou vários disparos de contra os mesmos e, na tentativa de fuga, o criminoso correu para dentro de um estabelecimento comercial, fazendo várias pessoas como refém. Os policiais aqui homenageados tiveram a calma e o controle da situação, vindo de imediato iniciar uma negociação com o criminoso, o qual foi convencido a soltar as vítimas e se entregar. Os milicianos então deram a voz de prisão ao indivíduo pelos crimes de tentativa de homicídio, cárcere privado e porte ilegal de arma de fogo. Com esta ação, os policiais militares aqui presentes demonstraram elevado grau de profissionalismo, alicerçados som suas condutas o comprometimento da Polícia Militar para com a sociedade. Por tais motivos é que nesta oportunidade se faz mais que justa a homenagem a estes excelentes policiais militares.” Colaborou na reportagem: 1º Sto. PM João Robson.