Apesar da crise, Rússia segue como destino para jovens

content image

Em meio à crise econômica, muitos jovens estudantes desistem do sonho de estudar fora devido às despesas da viagem. Porém, existem alguns países com cursos reconhecidos mundialmente e com baixo custo, sendo ótimas opções para brasileiros. A Rússia, por exemplo, é escolha certeira para os alunos que buscam o diploma de medicina, já que possui uma das melhores universidades na área, a Médica Estatal de Kursk, única no ensino totalmente em inglês. No processo de Revalida, 80% de seus alunos que voltam ao Brasil passam de primeira.
A jovem paulista Wai Yu Lai, 21, está entre um grupo de estudantes que embarcam para o país em agosto para realizar este sonho. A aluna foi aprovada no processo seletivo da Aliança Russa, representante oficial das universidades russas no Brasil, que consiste na checagem de documentos e entrevistas. Caso o aluno não tenha conhecimento da língua inglesa, na qual o curso é lecionado, é preciso passar pela faculdade preparatória.
A ideia de estudar no exterior surgiu por acaso, já que estava procurando apenas um lugar barato para ir com os amigos. “Começamos a buscar hostels pelo mundo e decidimos pesquisar mais sobre a Rússia. Todos nós amamos, mas eles tiveram empecilhos para prosseguir”, explica. Porém isso não afetou em nada em sua decisão. “Eu sou uma pessoa que quando coloca alguma ideia na cabeça, vai até o fim. Decidi por mim mesma ir sozinha e então comecei a estudar russo e pesquisar mais sobre o país”, comenta.
Baixo custo
Mesmo com a conversão do dólar, cursar medicina na Rússia ainda é um ótimo investimento. Isso porque o governo russo subsidia os alunos estrangeiros que vão para o país estudar, o que diminui consideravelmente o custo do curso. O semestre lá sai por US$ 3100, incluindo hospedagem e seguro médico. Valor muito inferior ao cobrado no Brasil.